A música de Danny Elfman, reimaginada

Muita gente familiarizada com o trabalho de Danny Elfman compondo trilhas para clássicos do cinema dos últimos 35 anos – como boa parte da filmografia de Tim Burton – pode não lembrar nem se dar conta de que ali está um músico de longa carreira, seja à frente do Oingo Boingo, ícone da New Wave californiana, seja solo. 

Para esses, um bom lembrete é a versão remix de seu álbum de 2021, Big Mess. O novo disco, Bigger, Messier, sai em agosto com novas versões – reimaginações, como ele chama – das faixas do disco original, cada uma com uma participação especial.

O elenco de colaboradores  do novo álbum – todos artistas por quem Danny nutre especial admiração – vai de Trent Rezoir à dupla californiana Xiu Xiu, da produtora de música experimental Kaitlyn Aurelia Smith a Iggy Pop, que foi encarregado de “Kick Me”, um deboche bem sacana sobre o conceito de celebridade.