Maestro Gustavo Dudamel cria ‘viagem virtual ao coração da música’

O violinista e maestro venezuelano Gustavo Dudamel, diretor da Los Angeles Philharmonic, lançou em Madri seu projeto mais inovador: Symphony, um filme imersivo que usa realidade virtual para levar as pessoas ao “coração da música”.

Na verdade, são dois filmes, exibidos em dois pequenos auditórios pop-up, desmontáveis, cada um com 12 minutos de duração. No primeiro, vemos músicos jovens na Colômbia, na Espanha e nos Estados Unidos praticando seus instrumentos. Já no segundo, a platéia se equipa com capacetes individuais de realidade virtual e fones de ouvido de altíssima qualidade para integrar uma orquestra e mesmo mergulhar no interior dos instrumentos.

O trabalho levou quatro anos para ficar pronto e utilizou 250 pessoas, entre técnicos e músicos de 42 países. E o próprio Dudamel rege a orquestra do filme.

A ideia é levar Symphony a outras cidades da Espanha e a Portugal ao longo dos próximos 10 anos.

A dica é do The Guardian.