PLAYLIST 17-A seleção comentada da semana

John Lee Hooker – “Turn Over a New Leaf” – E vamos todos tratar de tirar o chapéu para um decano do blues, virando a página em 1952 para um novo dia, uma nova vida. 

James Carr – “The Dark End of The Street” – A genial série de TV Tales From The Loop, sobre a qual você já leu aqui, tem na trilha incidental algumas pérolas. Como essa faixa de 1966, originalmente lançada pelo cantor de soul James Carr, mas regravada por gente como Ry Cooder, Linda Ronstadt e até Cat Power.

Adrian Younge, Ali Shaheed Muhammad, Roy Ayers – “African Sounds” – Fera do vibrafone do jazz-funk da década de 1970, Roy uniu forças com o multi-instrumentalista Younge e com Ali, da banda A Tribe Called Quest, para gravar seu primeiro álbum em nove anos, JID002, mostrando a profunda conexão entre o jazz e o hip hop. 

Nicole Atkins – “Am Gold” – Americana de Nova Jersey, Nicole gravou seu quinto álbum, Italian Ice, um primor de pop soul, cercada de craques da banda de Nick Cave, dos Dap-Kings que acompanhavam Sharon Jones, e da dupla Spooner Oldham e David Hood, base da seção rítmica do  Muscle Shoals Studios, no Alabama, onde o disco foi gravado.

White Denim – “I Don’t Understand Rock and Roll” – Enclausurados pela quarentena, o quarteto de Austin, cada um em sua casa, criou um projeto: gravar, em 30 dias, um álbum. O resultado são as nove faixas de World As A Waiting Room. Dentre elas, esta quase auto-gozação, com um quê de Steve Miller.  

Ohmme – “Selling Candy” – A dupla feminina de Chicago, formada por Sima Cunningham e Macie Stewart, lança seu segundo álbum, Fantasize Your Ghost, contrastando vocais angelicais e harmonias doces com guitarras e baterias ferozes.  

Phoebe Bridgers – “Kyoto” – Em seu terceiro álbum, Punisher, a cantora-compositora angelena Phoebe oculta com um pop de sons sedutores e para cima suas letras sombrias, ameaçadoras. Como aqui, onde ela promete matar seu interlocutor, caso ele não o faça antes.

Julianna Barwick – “Inspirit” – Mais uma espécie de sonho impressionista, quase uma miragem, ou uma meditação, feita em loops por Juliana para o álbum Healing Is A Miracle, que sai em julho.

Bruce Hornsby, James Mercer – “My Resolve” – Veterano pianista, cantor, compositor e sideman, conhecido desde o enorme sucesso de “The Way It Is”, de 1986, Bruce começa a apresentar o repertório de seu novo álbum, Non-Secure Connection, que chega em julho recheado de convidados, como Vernon Reid, Justin Vernon e até Leon Russell. Aqui, Hornsby conta com a participação de James Mercer, dos Shins e do Broken Bells.

Burt Bacharach e Daniel Tashian – “The Bells of St. Augustine”- Do alto de seus 92 anos, o mestre Bacharach lança sua primeira nova música em 15 anos, parte de um EP de nove faixas realizadas em parceria com Daniel Tashian, produtor de artistas como Kacey Musgraves e Lily & Madeleine.