Novo documentário revela mais sobre The Band

Once Were Brothers: Robbie Robertson and The Band é o nome do documentário dedicado à venerada banda formada nos anos 1960 – cuja carreira seria eternamente emaranhada à de Bob Dylan, a quem acompanhou em momentos-chave de sua carreira -, dirigido pelo canadense Daniel Roher, que estreia hoje, 20/2, em pequeno circuito nos Estados Unidos.

Realizado sob a sombra óbvia e incontornável de The Last Waltz, o clássico rockdoc de Martin Scorsese centrado no último show do grupo, em 1976, no teatro Winterland, em São Francisco, o novo filme traz depoimentos novos de contemporâneos do The Band, como Eric Clapton, Bruce Springsteen, Van Morrisson e Scorsese (que produz o filme com Ron Howard e Brian Grazer), e algumas revelações feitas por Robertson, o único integrante vivo a participar do projeto, que leva seu nome também no título (o tecladista Garth Hudson, o segundo sobrevivente, aparece somente em material de arquivo).

Descobre-se aqui, por exemplo, que a ideia original era dar um tempo depois do show no Winterland para, aí então, gravar-se um novo disco. Robbie também conta que se assustava com o uso de drogas por seus colegas, especialmente heroína. E explica como seu violão Martin inspirou a composição de “The Weight”, uma das canções marca-registrada da The Band.

Comments are closed.